/ Institucional / História
Imprimir Notícia

Tamanho da letra

História

Apresentaremos aqui um resumo do histórico de nossa igreja, iniciando pelo testemunho de conversão de nosso Bispo João Silva.

Nascido em uma família comum, católica em uma cidade pequena de Minas Gerais, chamada Coimbra, em 1961 com 11 anos veio para São Paulo, começou a trabalhar cedo, aos treze anos já trabalhava em uma fábrica de móveis quando começou a sentir uma dor do lado esquerdo do corpo, essa dor foi aumentando e se agravando, parou de trabalhar, iniciou um tratamento no Hospital das Clínicas com uma junta de 40 médicos, em dois anos de tratamento nenhum médico conseguiu diagnosticar o seu problema. Então ficou totalmente paralítico em uma cama, dependia de ajuda da mãe e dos irmãos para tudo.
Um dia algumas pessoas chamaram em sua casa, sua mãe atendeu e sabendo de que naquela casa havia um jovem doente, disseram: ?os crentes estão orando e Jesus está curando?.


Todos movidos por uma esperança de vê-lo andar novamente e se livrar daquele sofrimento ininterrupto de dores, se esforçaram e o carregaram para a igreja, freqüentou por 4 meses os cultos. A cura não foi imediata, a cada culto Deus o curava internamente, ele ouvia os cultos chorando, absorvia cada palavra, foi necessário primeiramente renascer pela Palavra.

Quando ouviu falar do Batismo nas águas, desejou o batismo com todas suas forças. Mas o inimigo de nossas almas não gostou desta idéia, e tentou impedir que ele chegasse às águas do batismo por todos os lados.

Ninguém da sua casa estava com carro disponível para levá-lo, insistiu para que chamassem um táxi, o taxista não conhecia o local e se perdeu, mas ainda assim, conseguiu chegar no final do batismo, gritou para avisarem o Missionário Josias Joaquim de Souza, da atual igreja Sinos de Belém, ele esperou por 40 minutos dentro da água, pois não tinha mais aventais secos, torceram um já utilizado e o trocaram.

E em 25/05/1965, foi batizado, o Bispo lembra muito bem das palavras do missionário, fazendo a confissão de fé, e o submergiu ao retornar sentiu que estava curado, imediatamente começou a glorificar á Deus, gritando e pulando, entrou paralítico e saiu andando glorificando ao nosso Deus.

Recebeu assim o chamado para obedecer ao IDE que Jesus nos ordenou, se tornou evangelista, ia para igreja andando e convidando pessoas.

Três anos depois de sua conversão, já com 18 anos se desanimou e se afastou da igreja, rapaz bonito chamava a atenção de muitas moças, que até brigavam por ele. Afastado da igreja foi se dedicar no mundo de shows, sendo sósia do cantor Roberto Carlos, se vestia como ele e cantava todas suas músicas, um dia se preparando para uma apresentação no programa do Sílvio Santos, já dentro do estúdio aguardavam em uma sala, quando de repente ouviu uma voz falar com ele, olhou para os lados e viu que estava sozinho naquela sala, então entendeu quem queria lhe falar, e aquela voz lhe fez uma pergunta: Foi para isso que te curei? Imediatamente temeu e entendeu de quem era aquela voz, saiu dali e prometeu nunca mais tentar entrar no mundo artístico.

Somente depois de perder mais ou menos dois anos da presença de Deus, voltou, pois tinha feito um voto que após se casar voltaria a servir à Deus, casou-se num sábado e na quarta-feira seguinte estava se reconciliando com Cristo e a igreja, voltou e nunca mais saiu.

Então congregou onze anos na Igreja O Brasil para Cristo de Santana, do Pr. Júlio Ferreira Mendes, o tempo foi passando e Deus já lhe falava que deveria abrir uma igreja, mas ele resistia, até já o tinham convidado, mas não achava certo abrir nova igreja. Porém, naqueles dias estourou um escândalo, já avisado pelo Bispo João Silva ao pastor da igreja, mas esse pastor não deu ouvido e deixou o pecado governar por interesses pessoais. Daí, dois outros obreiros o procuraram em sua casa, após várias horas de conversa, cedeu, dizendo que não seria fácil e ainda profetizou como seriam os dois primeiros anos da igreja, inclusive o que aconteceu com esses dois obreiros que o procuraram e assumiram juntamente a abertura dessa igreja e desistiram logo em seguida.

Nesta época o pastor João Silva era industrial bem sucedido, casa própria, seis veículos, sítio.

Um de março de 1980, essa foi a data da inauguração da igreja O Brasil para Cristo Independente, primeiro nome de nossa igreja, era um salão alugado na Rua Cumprida ? Vila Mazzei.

Após dois anos tiveram que fechar a igreja por falta de recursos, o aluguel teve um aumento de 50%, eram apenas 10 pessoas. Iniciaram então, os cultos na casa de uma senhora que precisava muito de uma restauração, horrivelmente endemoniada e alcoólatra, se chamava Benedita Apolônia (in memoriam), que mais tarde se tornou uma membra deste ministério até seus últimos dias.

Esse grupo de corajosos era formado por pessoas que hoje já foram recolhidas por Deus: Maria Bolla, Julieta Zacarias, Benedita Apolônia e outras que ainda estão conosco e amamos muito: Missionária Marta Campolina, Euclidea S. Bolla, Ada Sarchiolo, e mais outras duas irmãs que não lembramos o sobrenome a Maria e sua filha Raquel que desconhecemos seu paradeiro.

Quando o Bispo conheceu a irmã Benedita Apolônia ela lhe falou que não entendia uns sonhos e uma voz que lhe falava sempre e já há um tempo: este terreno é para o João construir uma igreja, ela não conhecia até então nenhum João. Então ela doou para a igreja um terreno de 7×14, foi encorajado por algumas pessoas a comprar o restante do terreno, totalizando 10×48, procurei o filho e a nora dela, eles concordaram.
Grandes lutas se travaram a partir do ano de 1983, Deus sabe as dificuldades para conseguirmos pagar este terreno, mas sabia que Deus era com ele neste projeto, foi ameaçado duas vezes com revólver na cabeça, por outras pessoas que compraram outros terrenos dela e mal intencionados queriam tomar posse de tudo, ainda assim, permaneceu firme nos propósitos que Deus colocou em seu coração. Foi necessário contratar um advogado para separar os lotes corretamente.

Imediatamente, após limpar o terreno, começou a erguer um tabernáculo de madeira, não tinha piso, pois os recursos eram escassos, então Deus pediu sua casa, ele vendeu e com este dinheiro deu entrada na planta da atual construção que temos, era muito caro e trabalhoso.

Não pensem que este foi o único sacrifício que o Bispo João Silva entregou por este ministério, foram muitos e muitos. Falamos apenas do ângulo material e burocrático da igreja, mas é importante registrar que em meio a todos esses acontecimentos, se consagrava, pregava e assim resgatou muitas almas do abismo da perdição.

Aqui nos foi permitido saber um pouco do histórico da igreja, para valorizarmos o que temos hoje, sabendo que alguns lá atrás já sofreram muito mais do que está proposto para nós sofrermos por amor às almas.

Visão

Pela visão podemos entender as intenções de Deus para nós:

Andar por Fé, Ser fiel no Pouco, e Conduzir o Homem à Deus.

Análise da Visão Catedral

Vamos analisar esta frase, iniciando pela primeira parte andar por fé, já parou pra pensar o que significa esta pequena frase? Quando o Bispo João Silva me falou sobre esta visão, que ocorreu de 2005 para 2006, passei a saboreá-la incessantemente. Se vivermos esta visão o mundo verdadeiramente saberá que somos filhos de Deus, e que a sua palavra é verdade incontestável, mas isto depende de nós mesmos. Andar por fé é, andar pelo que nós cremos e não do que nos é oferecido pelo mundo, acreditar somente no que vemos. Mas viver e andar por fé é crer dia a dia na sua palavra e deixar que sua verdadeira luz nasça em nós todos os dias. Encontrei 51 versículos em toda Bíblia acerca de fazer alguma coisa pela fé.
Porque andamos por fé, e não por vista. ? 2 Coríntios 5:7
Agora pensemos na frase ser fiel no pouco, o versículo base está em Mateus, esta parábola Jesus nos ensina que primeiro temos que provar nosso caráter, nossa personalidade sadia, e assim nosso Deus nos abençoa, porque primeiro Ele tem que provar para o inimigo de nossas almas que somos fiéis, lembra de Jó?

Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. ? Mateus 25:23
Agora Paulo nos escreve que ele já tinha aprendido a contentar-se com o que tem, e nós já aprendemos essa lição?  Ou somos repetentes? Não importa, o que vai importar é de hoje em diante, quer obedecer à Deus e colocar sua vida em suas mãos? Então devemos aprender a Visão do Ministério Catedral e praticá-la.
Filipenses 4-10:13
10. Ora, muito me regozijei no Senhor por finalmente reviver a vossa lembrança de mim; pois já vos tínheis lembrado, mas não tínheis tido oportunidade. 11. Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. 12. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. 13. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece. 
E finalmente, conduzir o homem à Deus, nada mais é que obedecermos o IDE de Jesus. Irmãos amados temos que ser verdadeiros pastores para verdadeiras ovelhas. Ensiná-las a Palavra da Verdade é nossa principal e mais importante tarefa. Vejamos agora 16 versículos que nos falam sobre a importância do pastor:
E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; (Mt 25:32)
O pastor, aparta suas ovelhas do que não pertence à raça, apura o rebanho.


Então Jesus lhes disse: Todos vós esta noite vos escandalizareis em mim; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho se dispersarão. (Mt 26:31)

O Grande Pastor, o Sumo Pastor, foi ferido e suas ovelhas dispersas, nós fomos incumbidos a reuni-las novamente.

E Jesus, saindo, viu uma grande multidão, e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor; e começou a ensinar-lhes muitas coisas. (Mc 6:34)

O pastor tem compaixão ao ver as pessoas desesperadas e caminhando para o abismo e se esforça em ensiná-las o caminho certo.

Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho.(Lc 2:8)

O pastor guarda o seu rebanho ainda que na vigília da noite, nunca para de cuidar do seu rebanho.

E todos os que a ouviram se maravilharam do que os pastores lhes diziam.(Lc 2:18)

O pastor se destaca, ao falar das maravilhas vividas ao obedecer à Deus.
E voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes havia sido dito. (Lc 2:20)

O pastor também deve se regozijar na presença de Deus.
Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas. (Jo 10:2)
O pastor não fere leis e regras.
Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. (Jo 10:12)
O pastor não abandona o rebanho em meio às adversidades.
Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. (Jo 10:11)
O pastor se entrega por suas ovelhas.
Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido. (Jo 10:14)
O pastor é reconhecido por seu rebanho, pois é o mesmo em todas situações, não tem mais que uma personalidade.
Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor. (Jo 10:16)
O pastor se preocupa com as ovelhas que ainda não estão junto dele.

E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, (Ef 4:11)
Não somente o pastor foi chamado por Deus, mas há outros, o pastor deve respeitar todos.
Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver. (Hb 13:7)
Quem teve um pastor nunca deve esquecê-lo.

Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil. (Hb 13:17)
O pastor dará conta de cada ovelha.
Ora, o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas, (Hb 13:20)
Jesus o Grande Pastor, nosso referencial.
Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas (1Pe 2:25)
O pastor aceita ovelhas desgarradas.
E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória. (1Pe 5:4)

Jesus o Sumo Pastor, é Ele mesmo que nos dará a recompensa pelo nosso serviço.


Espalhe por aí